Life Beyond Borders

Quem somos

Somos cidadãos do mundo


O que temos em comum foi termos deixado nossa cidade natal e emigrado para outro(s) país(es). Nossos amigos vivem dizendo "como você é sortudo", nossos pais se vangloriam para seus amigos que tem filhos morando no exterior, mas a verdade é que, apesar de novas experiências surpreendentes acontecerem, especialmente no começo também nos sentíamos sozinhos e deprimidos, querendo arrumar nossas coisas e voltar à segurança de nossa zona de conforto. Nosso espírito de luta não nos deixou abandonar o caminho e agora nos sentimos realmente cidadãos do mundo.

Queremos facilitar essa adaptação para aqueles que querem seguir passos semelhantes, compartilhando lições aprendidas.

Porque nos escolher?


Não há uma segunda chance de causar uma primeira impressão

Nós já cruzamos a jornada

 

Nós sabemos do que estamos falando. Nós abrimos nosso próprio caminho e aprendemos importantes lições ao longo da jornada. Como dizia o Nelson Mandela, "ou você ganha, ou você aprende". Por que cometer erros dos quais já aprendemos e podemos lhe ajudar a evitar?

Carreiras de sucesso internacional



Experiência em empresas internacionais, com diferentes culturas, fusos horários e idiomas

Acelere sua curva de aprendizado


Nossos orientadores ajudarão você a desenvolver sua autoconfiança e capacidade de tomar decisões para vencer novos desafios

Minha história

Heloisa Oderich

CEO / Founder

Em 1957, minha mãe, juntamente com minha avó materna, receberam de herança após o falecimento do meu avô uma empresa quase falida,  e as duas, uma dona-de-casa e uma menina de 18 anos recém formada no curso de contabilidade, sanaram as dívidas, e depois, em conjunto com meu pai,  fizeram a empresa de sucesso que é Jackwal SA. Sou a mais nova de três irmãs, crescemos vivenciando e evolução do empreendimento. Meu pai também vem de uma família empreendedora, este "gen" de empreender é contagiante !

Eu sempre quis abrir meu próprio caminho: era atleta de natação do GN União, tirei 2o lugar na primeira turma de Informática que se formou na PUC-RS, sou mãe (e avó) de uma filha maravilhosa, e do neto mais lindo do mundo. Nos 20 anos de Jackwal, juntamente com excepcionais profissionais de TI, fizemos enormes avanços, mas não é fácil vir atrás de pessoas de sucesso, a gente sempre é "a filha".

Foi então conheci o Bo, um viking que "roubou meu coração". Minha filha, então com 10 anos, e muito ligada a família de seu pai, não queria ir para a Suécia de jeito nenhum, e eu sem ela não ia. O Bo então se mudou para o Brasil. Vendi minhas ações na empresa e comprei o Solar Riachuelo, uma casa tombada pelo patrimônio histórico de Porto Alegre quase em ruínas, e em conjunto com uma equipe bárbara, restauramos  e tentamos criar um centro de comércio e cultura escandinavo. Na época se falava muito em blocos econômicos e Porto Alegre era a capital do Mercosul. Nossa idéia era criar oportunidades de exportação de produtos brasileiros, trazendo negócios que normalmente ficam em São Paulo para o sul do país. Infelizmente, somente com investimento próprio o restauro demorou demais, e por razões econômicas o custo dos produtos brasileiros tornou a exportação inviável. O Bo então recebeu uma oferta irrecusável para retornar a Suécia, e minha filha, então com 17 anos, topou fazer a faculdade na Suécia.

Aqui, consegui uma oportunidade na empresa dos meus sonhos, a Volvo IT, onde trabalhei por 7 anos como Analista de Negócios, depois mais 3 anos como Gerente de Qualidade numa empresa de software para sourcing, com vários clientes na lista do Fortune500. Em 2017 voltei a estudar para aprender a programar em Java e criar um software para a área da saúde, o GlobePatient, que está sendo testado e vai revolucionar o atendimento médico no mundo. 

Alguns me perguntam o porque de aprender a programar denovo depois de ser Business Analyst. É simples, cansei de ouvir "mas isto que tu queres não dá para fazer". Descobri que as vezes não dá mesmo, mas outras dá ...

Ao longo destes anos conheci muita "brava gente brasileira" que brilham em suas carreiras internacionais, são conhecidos e respeitados independente de sexo, cor ou idade, e são estas histórias que quero compartilhar com vocês neste portal. Mas não só brasileiros, neste canal vocês vão encontrar imigrantes de todas as partes do mundo possam também partilhar suas vivências.

Ahh, ia esquecendo, o nome da minha empresa, que é sueca, é HEdVC AB, é uma abreviatura de "Hei de Vencer", para lembrar todo o dia que temos uma meta a cumprir: de vencer os desafios a que nos propormos.